segunda-feira, 26 de outubro de 2009

O que pensam de mim?

Publicado por Bispo Edir Macedo

Essa tem sido a questão que vem incomodando os fracos. Preocupam-se demais com sua “imagem” diante dos outros. Daí a razão de muitos suicídios. O mal tem se aproveitado disso e fortalecido sua voz no interior deles.

Um velho sábio, descrevendo seus conflitos internos, disse: – Dentro de mim existem dois cachorros: um deles é cruel e mau; o outro é muito bom e dócil. Os dois estão sempre brigando.

Quando, então, lhe perguntaram qual dos cachorros ganharia a briga, o sábio parou, refletiu e respondeu: “Aquele que eu mais alimentar.”

Na minha infância, sempre fui motivo de zombaria. Tanto por colegas de minha idade, quanto por alguns adultos. Meus defeitos físicos alimentavam suas críticas e eles se aproveitavam. Por conta disso, meus complexos aumentavam. Foi o encontro com o Senhor Jesus que mudou meu viver. Ele matou o cachorro mau e fiquei livre. Então, Lhe dei toda a minha vida.

Essa oferta de sacrifício trouxe graves consequências para o inferno. Como resultado, nasceu o ódio dos que lá vivem e as críticas à minha pessoa se MILtiplicaram!

Mas, e daí? Se o cachorro mal está morto, quem poderá ressuscitá-lo?

Sigo caminhando e conquistando em parceria com Ele. Bom para o Reino de Deus. Mau para o reino do mal.

Deus abençoe a todos abundantemente.

sábado, 24 de outubro de 2009

Imagem da semana!


Ohara, vereadora Rosangela Gomes e Jaquelina Nascimento em reunião sobre Políticas de Juventude

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Reflexão!


" Um pássaro não é definido por estar preso ao chão,mas por sua CAPACIDADE de voar.

Lembre-se disso:

Os seres humanos não são definidos por suas limitações, e sim pelas intenções que tenho(DEUS) para eles.

Não pelo que parecem ser, mas por tudo que significa ser criado à Minha imagem"

William P. Young

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Recomeçar!


Por Jaquelina Nascimento


Estou lendo o livro “A Cabana” escrito por Willian P. Young e uma das questões que me chamou atenção foi quando o personagem diz: “O que não daria em troca para ter a chance de RECOMEÇAR o dia desde o INÍCIO!”.

Fiquei analisando quão falhos somos enquanto seres humanos, pois muitas vezes ficamos analisando se vale à pena recomeçar.Muitas pessoas de diversas áreas vivem frustradas por não terem coragem de RECOMEÇAR.

Para qualquer tipo de mudança em sua vida, tem que ter coragem, determinação e visão. Tudo o que plantarmos iremos colher.É um processo natural. Primeiramente tem-se que admitir que é necessário recomeçar.

Mas onde errou? Porque as pessoas tomam determinadas atitudes ou passam por situações delicadas em prol de um objetivo? Onde está o início de tudo? Gostaria que você respondesse baseado em suas experiências pessoais e profissionais.

Saber onde se quer chegar independente da situação atual é essencial. Olhar para trás para analisar onde errou e tirar toda questão como lição para não cometer os mesmos erros é primordial.

Estamos vivenciando pela mídia uma verdadeira guerra no estado do RJ. O Brasil está de luto em prol das famílias que perderam seus entes queridos. Precisamos colocar homens de caráter no poder para que essa situação que está atemorizando a sociedade brasileira e se repercutindo fora do país seja solucionada.

Creio que as pessoas diriam: “O que não daria em troca para ter a chance de RECOMEÇAR o dia desde o INÍCIO!”.

Se eu fizer uma retrospectiva em minha vida iria voltar aos 16 anos de idade onde ia falecendo em um acidente de carro.A partir daquele momento minha mente foi RENOVADA. Primeiramente agradeço a Deus a oportunidade de estar viva e de ter tido a oportunidade de recomeçar a sonhar e a respirar mesmo...

Agradeço sua companhia todos os dias através deste blog.

Firme na Rocha!

terça-feira, 20 de outubro de 2009

O que falar sobre o ENEM?

Por Jaquelina Nascimento

A jovem Gabriella Nemi de SP solicitou que escrevesse sobre o ENEM (Exame Nacional de Ensino Médio), entretanto fiquei pensando sobre que ângulo iria iniciar o relato, digamos assim, sobre tudo o que aconteceu e que a mídia divulgou de forma enfática.

Sou do Nordeste e na época em que prestei inúmeros vestibulares, já havia questões semelhantes a vendas de provas, vagas, entre outros, só que de forma não divulgada em rede nacional.

Inúmeros estudantes se preparam a cada ano na esperança de um futuro melhor através da educação visualizando assim como um trampolim para um dia melhor e se deparam com situações onde a minoria que detém o poder, não digo todos, compram vagas para que seus filhos tenham DIPLOMAS,...

O ENEM foi adiado depois da descoberta de uma fraude: cópias da prova foram furtadas e oferecidas para um jornal pelo valor de R$ 500 mil.O MEC (Ministério da Educação) estima prejuízo de pelo menos R$ 36 milhões pelo adiamento do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

O transtorno foi causado aos estudantes do Brasil todo devido á alteração do cronograma de diversos vestibulares no País. Seis universidades federais e 15 estaduais já anunciaram mudanças, seja nas datas das provas, seja na utilização do exame como parte do vestibular.

Mas o que devemos fazer para mudar essa situação? A educação é realmente a base de uma mudança sócio-econômica no Brasil? Porque esse jornal comprou as provas? Até que ponto nós, profissionais de comunicação, somos neutros em relação á notícia?

Tenho uma irmã de 18 anos que vai prestar o ENEM e tudo em minha família conseguimos e estamos conseguindo através de muito sacrifício, pois sou de uma família humilde.

Assim como meu pai que é mecânico no interior do Piauí investiu até o que não tinha na educação de 5 filhos, deixando de comprar o melhor para ele e minha mãe que é do lar, na esperança de um dia melhor para nós, filhos; conheço muitas famílias que fazem isso ainda hoje no nordeste e no Brasil como um todo.

Como anda a educação em nosso país? Não estou querendo através desse “desabafo” apontar o dedo a nenhum órgão e a nenhuma instituição, porém estou sim, querendo que tenhamos consciência de que a MUNDAÇA COMEÇA A PARTIR DE CADA UM DE NÓS.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

O que é ser líder de Si mesmo?


Por Jaquelina Nascimento

Muitos executivos, profissionais autônomos, empresários de diversas áreas se preocupam em aprender em como liderar uma empresa e o que realmente significa ser líder.


Na faculdade de enfermagem estudei a disciplina de psicologia e um dos temas abordados era sobre liderança, ou seja, o que é ser um líder, nasce ou se aprende a liderar?, entre outros.


Fico refletindo que a maioria das pessoas não se preocupa em saber ser líder de si mesmo, isto é, em mudar primeiro o pensamento, a atitude mais ínfima de sua psique à qual reflete em decisões que se propaga na vida de pessoas na sociedade como um todo.


Ter autocontrole, domínio próprio e ser mais racional para se tomar grandes decisões faz a diferença.
Muitas pessoas pensam em ser a diferença no mundo dos negócios, mas se essa diferença não começar em seu interior, em dominar a si mesmo, em não olhar os outros com maus olhos, em tomar decisões com ousadia e muitíssima coragem: essa sim é diferença.


Na semana passada me deram uma pauta para escrever e fiquei refletindo em como iniciar tal tema, à qual irei publicar no blog após ser divulgada.Fiquei pensando em como discorrer sobre questões empresariais e me deparei com uma questão: Algo só é novo a partir do momento em que não enfrentarmos.Foi o que fiz.


Na vida, estamos aprendendo sempre em relação a tudo e a todos.Ser líder de si mesmo é conhecer o que é melhor para sua vida, sua psique e acima de tudo conhecer que não adianta querer fazer a sua vontade, pois nem sempre o que queremos é o melhor para nossas vidas.


Então temos que querer sempre continuar nadando contra a maré e o que se diz normal nesta vida.
Em uma das obras de Augusto Cury, o mesmo afirma que “o ser humano tem tecnologia para destruir montanhas, mas tropeça nas pedras do seu medo e mau humor. O ser humano é capaz de dirigir um veículo mil vezes pesado do que ele, mas não sabe controlar a ansiedade que destrói sua paz e prazer de viver”.E você sabe ser líder de Si mesmo?

Firme na Rocha!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Caravana Força Jovem em Osasco

Colaboraram: Jaquelina Nascimento e Daniela Soares

Domingo, dia 4 de outubro, o pastor Rafael Cavina, responsável pela Força Jovem Brasil, reuniu centenas de jovens na Catedral de Osasco, às 15 horas.

Foi feita uma oração pelos jovens para que os mesmos tivessem suas vidas libertas de toda influência do mal e em seguida, uma oração de entrega a Deus.

“O homem não tem que se gloriar em nada, só em conhecer a Deus, enfim os jovens têm que se gloriarem em Deus”, enfatizou o pastor.

A missão primordial desta Caravana Força Jovem é ganhar almas para o Senhor Jesus Cristo, ou seja, evangelizar. Ao término da reunião, todos saíram pelas ruas da cidade, levando às pessoas sofridas e oprimidas uma palavra de fé, uma rosa consagrada e um convite para que participem das reuniões na IURD e alcancem a vitória através da fé no Senhor Jesus.

Fonte: http://www.forcajovemuniversal.com.br/


3 milhões de brasileiros vivem no exterior

Estimativa é do Ministério das Relações Exteriores; EUA, com 1,3 milhão, são o país que mais atraem os brasileiros

Itamaraty identificou uma mudança do fluxo migratório no último ano, com muitos emigrantes voltando em razão da crise

RAPHAEL GOMIDE
DA SUCURSAL DO RIO

Existem 3 milhões de brasileiros espalhados por outros países, segundo estimativa do Ministério das Relações Exteriores. Os Estados Unidos, com cerca de 1,3 milhão de imigrantes nacionais, lideram como principal destino dos brasileiros, seguidos por Paraguai (300 mil) e por Japão (280 mil).
Os brasileiros no exterior são responsáveis pela remessa de US$ 7,5 bilhões para o país, segundo dado do Banco Interamericano de Desenvolvimento usado pelo Itamaraty.


O ministério identificou uma mudança do fluxo migratório no último ano, com muitos brasileiros retornando ao país.

Segundo o embaixador Oto Agripino Maia, subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior, a principal explicação é a crise econômica, que aumentou o desemprego nos EUA, na Europa e no Japão, lugares onde há grande imigração de brasileiros.

"A crise econômica atinge muito particularmente os imigrantes, entre eles os brasileiros. O retorno é considerado por eles o maior fracasso e tende a ser evitado ao máximo", explicou o embaixador.
O diplomata também considera que o crescimento da economia do país é outro fator que influencia o regresso de brasileiros. "Anteriormente, situações de crise no Brasil também foram propulsoras de emigração", afirma.
Citando o Japão como um dos poucos países com estatísticas confiáveis sobre o tema, o embaixador afirmou que o número de brasileiros naquele país caiu de 317 mil para cerca de 280 mil, de um ano para cá.

Diferentemente dos emigrantes para outros países, o Japão tem a peculiaridade de atrair especialmente descendentes de imigrantes japoneses no Brasil -quase a totalidade, segundo o ministério.
Os dados usados para fazer o levantamento nomeado "Brasileiros no Mundo - Estimativas" foram levantados pelos consulados do país em 185 pontos do planeta, com base em documentos oficiais, estatísticas e consultas a associações de brasileiros e igrejas.

Entretanto, o próprio Itamaraty admite que a margem de erro é elevada, pelas dificuldades de obter informações precisas sobre imigração, na maioria irregulares.
Para o ministério, a grande presença brasileira nos EUA se explica pelo fato de o país ter a maior economia do mundo, uma sociedade aberta e ocupações com boa remuneração exigindo baixa qualificação.

Voto

Apesar dos 3 milhões de brasileiros estimados no exterior, só 135 mil votaram nas últimas eleições presidenciais. O governo pretende estimular maior participação desses emigrantes em eleições e estuda ampliar o direito do voto além da disputa presidencial, única ocasião em que se pode votar no exterior.
Historicamente, o Brasil foi um país receptor de população entre o fim do século 19 e os anos 1940. A partir dos anos 80, passou a ter muito mais emigrantes do que imigrantes.


Uma confluência de caminhos!




" Duas estradas se bifurcam no meio da vida,
Ouvi um sábio dizer.
Peguei a estrada menos usada.
E isso fez toda diferença cada noite e cada dia".

Larry Norman - Extraído do livro á qual estou lendo: A Cabana.



Por Jaquelina Nascimento

Através desta frase refleti sobre minha vida na fase da adolescência quando fiquei em dúvida sobre qual área seguir: Saúde ou Humanas.

Fiz Jornalismo e enfermagem, entretanto ESCOLHI seguir a primeira opção, sem demerecer a segunda. Amo cuidar das pessoas e através da informação poderei ajudar uma quantidade exorbitante em todos o países.

A Enfermagem é uma profissão belíssima e pude perceber o quanto o povo está sofrendo. Quando fiz estágios em hospitais, clínicas e postos de saúde, mantive contatos com pessoas de várias culturas e dificuldades.Dói!

Independente de qual profissão você venha ou tenha escolhido, primeira mente FAÇA as pessoas felizes, pois TUDO O QUE VOCÊ PLANTAR IRÁ COLHER.

Firme na Rocha!

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Profissão - JORNALISTA: O que te dá prazer?

Foto: Abel Hilarion
Gostaria de expor em poucas linhas meu amor ao jornalismo. Quando fui fazer vestibular, fiquei sem saber qualcurso seguir, pois seria meu cotidiano no futuro. Escolhi JORNALISMO pois amo ler, aprender com todas as situações e acima de tudo procuro ser útil às pessoas através da informação.

Tive a oportunidade de entrevistar o jornalista João leite Neto no dia 25 de setembro no Guarujá-SP à qual aprendi bastante, pois o mesmo possui uma enorme bagagem histórica e de vida em relação á política e ao jornalismo.

A cada matéria e pessoas que estou conhecendo através das entrevistas e pautas valorizo mais ainda minha profissão porque AMO O QUE FAÇO.

Conselho a você que não sabe qual profissão seguir:

1- Procure se conhecer mais ainda ;
2- Faça uma análise sobre suas prioridades;
3- Reveja seus sonhos a cada dia;
4-Veja o que te dá prazer e analise como poderá transformar essa questão em trabalho;
5-A felicidade consiste em fazer o que se ama e o mais tudo será consequência e virá de forma natural em sua vida.

Firma na Rocha!

Jaquelina Nascimento entrevista o jornalista João Leite Neto no dia 25 de setembro

Local: Guarujá-SP

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

domingo, 4 de outubro de 2009

O POVO TEM PRESSA!


Por Jaquelina Nascimento

Hoje à tarde fiquei pensando em como iniciar este artigo, pois gostaria de expor várias reflexões e análises feitas neste final de semana. Todo final de semana estou visitando esta comunidade em SP e procurando entender e ajudar as pessoas... Você poderia pensar no porque de estar sorrindo em meio a uma situação sócio-econômica tão defasada.
O motivo de minha alegria é por estar no lugar certo; local em que as pessoas estão precisando de uma palavra, carinho, amor e soluções para seus problemas. O melhor lugar para cuidar do povo é visitando sua comunidade.
Ás vezes nós ficamos olhando para trás e nos deparamos no EU FIZ: eu fiz algum curso, EU trabalhei em algum lugar, EU fiz algum NÚCLEO, Eu FIZ....Olhar para o que pasou não traz soluções para o HOJE.
Devemos plantar HOJE para colhermos amanhã. Ajudar o próximo sem olhar a quem é a base para uma transformação como um todo.
Ah!Tirei uma foto em uma placa à qual tem: PROIBIDO JOGAR LIXO....e o que mais tinha era lixo...
O povo tem pressa e está sofrendo muito....Dói muito ver esta situação
VAMOS FAZER A DIFERENÇA!
Firme na ROCHA!